Como posso ajudar meu filho de 6 anos a manter o foco? TDAH


Eu tenho um menino de 6 anos no primeiro ano do ensino fundamental. Ele vai muito bem na escola, mas é muito difícil para ele manter o foco. Há alguma recomendação?


R: Deixe-me começar dizendo que uma criança de 6 anos de idade não possui exatamente um foco muito apurado (especialmente os meninos). Existem aquelas crianças que realizam naturalmente as tarefas da escola, mas a maioria das crianças da idade dele tende a ter períodos de atenção relativamente curtos. Se seu filho parece entender e reter o conteúdo do que está aprendendo e também é capaz de reproduzir as coisas que aprende em casa, esses são bons sinais. Algumas perguntas a serem feitas: ele parece ter dificuldade em seguir as instruções (especialmente aquelas com várias etapas)? Parece que ele levou muito mais tempo para concluir tarefas do que outras crianças da idade dele (dever de casa em particular)? Ele costuma perder ou esquecer as coisas necessárias para tarefas importantes? Se você respondeu "sim" a essas perguntas, é possível que ele esteja mostrando sinais de TDAH e talvez precise ser avaliado por um profissional. Caso contrário, ou se você não tiver certeza, não há problema em esperar. Ele ainda é jovem e pode crescer em seu foco com o tempo. No entanto, se esses sintomas não desaparecem ou aumentam em gravidade ao longo do tempo, recomendo consultar um profissional.

Sinais indicadores que a criança precisa de um psicólogo


Mudanças na vida da criança, como a separação dos pais, a chegada de um irmão mais novo e a mudança de escola podem desencadear alterações de comportamento. Caso apenas o suporte da família não seja suficiente para que o pequeno enfrente este momento, é hora de procurar a ajuda de um profissional. O acompanhamento de um psicólogo infantil colabora para que as crianças consigam lidar melhor com seus sentimentos, seja raiva, medo, ciúme, insegurança ou ansiedade.

6 sinais de que é hora de procurar um psicólogo


É importante que os pais estejam atentos a comportamentos dos filhos que indiquem que é necessário a ajuda de um psicólogo, “tristeza, prostração, apatia, perda de interesse, agressividade ou choro excessivo… podem ser sinais de que algo não vai bem com seu pequeno”, afirma Sarah Helena, psicóloga . Para ajudar você a perceber se é preciso procurar um acompanhamento profissional, Sarah elencou os principais sinais de que o seu filho precisa de um psicólogo. Confira: 

1. Alteração brusca ou exagerada de comportamento

Pode acontecer de a criança mudar exageradamente seu modo de se comportar, sem que isso necessariamente signifique um problema. No entanto, por vezes, essas mudanças podem prejudicar a saúde ou os relacionamentos do pequeno, gerando sofrimento a ele. Essas alterações no comportamento, normalmente, ocorrem no sono (quando faz xixi ou se recusa a dormir sozinho, quando antes o fazia); na alimentação (comendo exageradamente ou deixando de ter apetite) ou na escola (por problemas comportamentais ou de aprendizagem), que se torna uma grande aliada dos pais por ter a oportunidade de observar a criança ao longo do dia, quando os pais não estão presentes.

Sugestões de livros para crianças sobre cães (literatura infantil)


A mãe de Teodoro cria galinhas, em seu quintal há várias delas. Mas o menino queria ter um cachorro como os de sua vizinha. Mas será que os tais cães são mesmo melhores que suas galinhas? E se ele conseguisse olhar com atenção para o que tem? A partir de 3 anos.



O cão percebe que os donos sempre lhe chamam – por isso, sente-se amado e bom. Eles o chamam quando rouba comida da mesa, quando sobe na cama com as patas sujas, quando puxa a coleira... O cão tem certeza de que seu nome é Não... Um livro irreverente e delicioso. A partir de 3 anos.