Interpretação 9ºano - Exercícios com respostas (descritor 1)


D1 - Identificar um tema ou sentido global de um texto.

Leia o texto abaixo:
As Amazônias

Esse tapete de florestas com rios azuis que os astronautas viram é a Amazônia. Ela cobre mais da metade do território brasileiro. Quem viaja pela região não cansa de admirar as belezas da maior floresta tropical do mundo. No início era assim: água e céu.
É mata que não tem mais fim. Mata contínua, com árvores muito altas, cortada pelo amazonas, o maior rio do planeta. São mais de mil rios desaguando no Amazonas. É água que não acaba mais.

SALDANHA, P. As Amazônias. Rio de Janeiro: Ediouro, 1995.

1. O texto trata:
(A) da importância econômica do rio Amazonas.
(B) das características da região Amazônica. 
(C) de um roteiro turístico da região do Amazonas.
(D) do levantamento da vegetação amazônica.

Leia o texto abaixo:
Como se produzem frutas fora de época?

Você se lembra do tempo em que era preciso esperar o outono para comer morango e o inverno para chupar laranjas? Se não, é porque faz muito tempo mesmo: hoje em dia, essas frutas estão no supermercado o ano inteiro. Poda e irrigação se juntaram à genética e à química e permitem que os agricultores acelerem ou retardem o ciclo natural das plantas. Hoje, as frutas são de todas as épocas.
A manga, por exemplo, graças a substâncias químicas como paiobutazol e ethefon, tem uma produção uniforme ao longo do ano. O produtor pode até adequar a colheita ao período mais propício para o mercado interno ou externo. Além do calendário, a agricultura moderna também ignora a geografia: a maçã, fã do frio, já dá na Bahia. Fruto de cruzamentos genéticos, a variedade Eva suporta trocadilhos e o calor nordestino desde 2004.
“Os produtores aprenderam a explorar nossos climas e solos e passaram a produzir a mesma fruta em várias regiões”, explica Anita Gutierrez, engenheira agrônoma da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo, a CEAGESP. O que não significa que não exista sazonalidade: ainda há variação no volume de algumas frutas e verduras por culpa de estiagem excesso de chuvas ou frio fora do comum. Ainda falta podar o clima.

SILVA, Michele. Revista Superinteressante.Ed. 264.
Abril: abr. 2009. p. 46.

2. Esse texto trata
A) da agricultura moderna, que produz frutas o ano inteiro. 
B) dos morangos, que devem ser cultivados no outono.
C) do calendário agrícola, que determina a produção.
D) das ações do clima, que interferem na produção.

Leia o texto para responder a questão abaixo:

ASA BRANCA

Quando olhei a terra ardendo 
Qual fogueira de São João 
Eu perguntei a Deus do céu 
Por que tamanha judiação.

Que brasileiro, que fornalha 
Nem um pé de plantação
Por falta d’água, perdi meu gado 
Morreu de sede meu alazão.

Inté mesmo a asa branca 
Bateu asas do sertão
Entonce eu disse: adeus, Rosinha 
Guarda contigo meu coração.

Hoje longe, muitas léguas 
Numa triste solidão
Espero a chuva cair de novo
Pra mim voltar, ah! Pro meu sertão.

Quando o verde dos teus olhos 
Se espalhar na plantação
Eu te asseguro, não chove não, viu 
Que eu voltarei, viu, meu coração. 

Luis Gonzaga e Humberto Teixeira. Luiz Gonzaga.
Vinil/CD, BMG. Brasil, 2001

3. Qual é o tema do texto?
(A) A solidão dos sertanejos
(B) A fauna sertaneja.
(C) A seca do sertão. 
(D) A vegetação do sertão.

Leia o texto para responder a questão abaixo:
O planeta está de olho em Nossa Biodiversidade

Existem dezessete países no mundo considerados "megadiversos" pela comunidade ambiental. São nações que reúnem em seu território imensas variedades de espécies animais e vegetais. Sozinhas, detêm 70% de toda a biodiversidade global. Normalmente, a "megadiversidade" aparece em regiões de florestas tropicais úmidas. É o caso de países como Colômbia, Peru, Indonésia e Malásia. Nenhum deles, porém, chega perto do Brasil. O país abriga aproximadamente 20% de todas as espécies animais do planeta. A variedade da flora também é impressionante. De cada cinco espécies vegetais do mundo, uma está por aqui. A explicação para tamanha abundância é simples. Os 8,5 milhões de quilômetros quadrados do território brasileiro englobam várias zonas climáticas, entre elas a equatorial do Norte, a semiárida do Nordeste e a subtropical do Sul. A variação de climas é a principal mola para as diferenças ecológicas. O Brasil é dono de sete biomas (zonas biogeográficas distintas), entre eles a maior planície inundável (o Pantanal) e a maior floresta tropical úmida do mundo (a Amazônia).

http://www.achetudoeregiao.com.br/ANIMAIS/Biodiversidade.htm

4. Pode-se afirmar que o tema do texto é
(A) a biodiversidade das florestas tropicais.
(B) a megadiversidade da Colômbia e do Peru.
(C) a imensa biodiversidade do Brasil. 
(D) a variedade de climas do território brasileiro.

Leia o texto para responder a questão a seguir:

Epitáfio
Sérgio Britto
Devia ter amado mais Ter chorado mais
Ter visto o sol nascer Devia ter arriscado mais E até errado mais
Ter feito o que eu queria fazer... Queria ter aceitado
As pessoas como elas são Cada um sabe a alegria
E a dor que traz no coração... [...]
Devia ter complicado menos Trabalhado menos
Ter visto o sol se pôr
Devia ter me importado menos Com problemas pequenos
Ter morrido de amor... [...]

http://letras.terra.com.br/titas/48968/

5. O tema central da letra da música é
(A) a eternização do amor como solução para os problemas da vida.
(B) o arrependimento por não ter podido aproveitar mais as coisas da vida. 
(C) a preocupação por não saber o que fazer nas diversas situações de vida.
(D) o sentimento de morte que perpassa todas as simples situações da vida.

Leia o texto abaixo e responda.
A bola

O pai deu uma bola de presente ao filho. Lembrando o prazer que sentira ao ganhar a sua primeira bola do pai. (...)
O garoto agradeceu, desembrulhou a bola e disse “Legal!”. Ou o que os garotos dizem hoje em dia quando gostam do presente ou não querem magoar o velho. Depois começou a girar a bola, à procura de alguma coisa.
Como é que liga? – perguntou.
Como, como é que liga? Não se liga.
O garoto procurou dentro do papel de embrulho.
Não tem manual de instrução?
O pai começou a desanimar e a pensar que os tempos são outros. Que os tempos são decididamente outros.
Não precisa manual de instrução.
O que é que ela faz?
Ela não faz nada. Você é que faz coisas com ela.
O quê?
Controla, chuta...
Ah, então é uma bola.
Claro que é uma bola.
Uma bola, bola. Uma bola mesmo.
Você pensou que fosse o quê?
Nada não...

(Luis Fernando Veríssimo – Comédias para se ler na escola. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001,pp. 41-42.)

6. O tema do texto está presente em
(A) O pai começou a desanimar e a pensar que os tempos são outros.
(B) Lembrando o prazer que sentira ao ganhar a sua primeira bola do pai.
(C) O garoto agradeceu, desembrulhou a bola... 
(D) O garoto procurou dentro do papel de embrulho.

Leia o texto abaixo e responda
Estimulantes, o alívio imediato

Às vezes, o cansaço é tão grande que a vontade que dá é a de tirar um cochilo ali mesmo: na mesa do escritório, bem na frente do computador. Se os alimentos energéticos reduzem
o cansaço físico, os estimulantes combatem a fadiga mental. Os principais representantes do gênero são o chá e o café. “Uma xícara de chá ou de café logo após a refeição não só melhora a digestão, como também proporciona um pique extra para enfrentar o período da tarde”, garante Tamara Mazaracki. Tanto o chá como o café são ricos em cafeína, um estimulante que reduz a fadiga e  melhora a concentração. Mas, para algumas pessoas, três ou quatro xícaras de café por dia já são suficientes para causar efeitos prejudiciais ao organismo, como ansiedade e irritação. Na dúvida, vale a pena conferir: uma xícara de chá contém de 50 a 80 mg de cafeína, enquanto uma lata de refrigerante, de 40 a 75 mg. Uma xícara de café forte pode chegar a 200 mg da substância. Ao chá e café, a nutricionista Gisele  Lemos  acrescentaria  o bom  e  velho  chocolate.  “Os  alimentos  estimulantes são considerados infalíveis, porque proporcionam um revigoramento mental, quase instantâneo”, justifica. Já a nutricionista Letícia Pacheco recomenda o ainda pouco conhecido suco de clorofila. Vale lembrar que qualquer vegetal verde tem clorofila em sua composição. Por isso mesmo, a lista de opções é grande e inclui folhas de couve, talos de brócolis e hortelã. Você pode misturá-las com frutas, como limão, abacaxi ou laranja.

Viva Saúde. n 76. Escala. p. 17.

7. Esse texto trata de
(A) alimentos que combatem a fadiga mental.
(B) comportamento em ambiente de trabalho.
(C) efeitos prejudiciais do chá e do café.
(D) receitas para combater a ansiedade.

Leia o texto abaixo e responda.
Ai, que sono!

A cabeça fica pesada, os olhos não param abertos, os movimentos se tornam vagarosos... Aos poucos, você vai se desligando de tudo e quase nem ouve mais a TV nem as vozes das pessoas ao redor. Está na hora de ir para a cama!
Dormir é gostoso. Tanto que dá a maior preguiça acordar de manhã. Cair no sono também é importante para a saúde, porque ajuda a descansar e recarregar as energias.
Além disso, enquanto dormimos, muitas coisas acontecem em nosso corpo.
Os sentidos funcionam, mas o cérebro reage menos aos estímulos. Porém, se você tiver uma sensação na pele ou sentir um cheiro, isso pode influenciar seus sonhos.
As pálpebras se fecham para evitar a entrada de luz. Nós somos programados para descansar quando está escuro.
A respiração fica mais lenta. Com os órgãos funcionando devagar precisamos de menos oxigênio.
Os ouvidos praticamente se desligam. Só ouvimos sons bem altos, como o do despertador tocando.
O organismo libera maior quantidade de substâncias que estimulam o crescimento e renovam as células.
A temperatura do corpo cai e sentimos um pouquinho de frio.

Recreio. n. 468, p. 12.

8. Qual é o assunto desse texto?
(A) O momento certo para se deitar.
(B) O funcionamento do corpo durante o sono. 
(C) A redução da respiração à noite.
(D) A queda da temperatura corporal ao dormir.

Leia o texto abaixo.
23 de julho de 1932 Morte de Santos Dumont
Você já ouviu falar em Santos Dumont? Eu e meu avô, que somos loucos por aviões, sabemos tudo a respeito dele. Ele nasceu em 20 de julho de 1873. Gostava de mecânica e de ler os livros de ficção de Júlio Verne. Estudou física, química, mecânica e eletricidade lá na Europa, mas nunca completou um curso superior. Em suas pesquisas, Santos Dumont começou pelo automobilismo, que logo abandonou, concentrando–se no objetivo da conquista do ar. Entre 1898 e 1909, Santos Dumont planejou, construiu e pilotou mais de 20 inventos, entre eles, balões livres, balões dirigíveis, biplanos e monoplanos.
E, no dia 23 de outubro de 1906, conseguiu fazer o primeiro voo mecânico do mundo, com o 14– Bis. Depois, construiu vários outros aviões, mas a utilização do avião na Primeira Guerra Mundial (1914–1918) fez com que ele abandonasse as experiências aeronáuticas. Voltou para o Brasil em  1931, passando a residir em Petrópolis (RJ), em uma casa que projetou nos mínimos detalhes e que é hoje o Museu Santos Dumont.
Ele morreu no dia 23 de julho de 1932, em Guarujá (SP).

Disponível em: 
<http://www.meninomaluquinho.com.br/PaginaHistoria> 

9. Qual é o tema desse texto?
(A) A vida de Santos Dumont. 
(B) A loucura por aviões.
(C) Os estudos de Santos Dumont.
(D) Os inventos de Santos Dumont.

Leia o texto abaixo
DIÁLOGO

Há muitas famílias carecendo de diálogo, de princípios morais, religiosos e humanos claros.
Sem poder dar a tão esperada educação aos filhos, os pais têm transferido essas incumbências às escolas, que ainda não estão preparadas para atender a essa demanda.
A consequência desse fenômeno, chamado de exclusão familiar, faz com que os jovens fiquem à mercê da comunicação de massa, nem sempre saudável.

Revista Agitação. nov./dez.2002. Ano IX. nº 48. p. 66. 

10. O tema desse texto é a
(A) comunicação de massa.
(B) educação escolar.
(C) educação familiar.
(D) exclusão social.

GABARITO

Nenhum comentário:

Postar um comentário