EF09HI13 - Exercício com gabarito

Leia o texto a seguir:

Os Estados Unidos, que haviam se tornado a potência industrial e financeira mundial após a Primeira Guerra Mundial, diante da quebra da Bolsa de Nova Iorque e a disseminação da depressão para praticamente todo o globo, recuavam em sua atuação internacional. De maneira geral, a década de 1930 foi marcada pela permanência das incertezas herdadas da década anterior: questionava-se, de um lado, o liberalismo econômico, considerado como o responsável pela Grande Depressão, e de outro lado, o liberalismo político que, em tempos de crescimento das demandas sociais e trabalhistas, fortalecia ou os movimentos comunistas e socialistas, ou ainda os movimentos totalitários.

SAES, Alexandre Macchione; SAES, Flávio A. M. de. História Econômica Geral. 1. ed. São Paulo: Saraiva. 2013. 

Disponível em: <https://bit.ly/2MVEkT1>. 

A crise capitalista de 1929 - Exercício com gabarito 9ºano (EF09HI12)

Habilidade EF09HI12
Analisar a crise capitalista de 1929 e seus desdobramentos em relação à economia global.

Leia o texto abaixo:

Franklin Roosevelt assumiu a presidência em março de 1933 e logo de início procurou fazer reformas emergenciais a fim de recuperar o nível dos preços e diminuir a taxa de desemprego. O plano de recuperação do democrata foi chamado de New Deal, compondo um conjunto de políticas de reajuste econômico. [...] Através desse programa, várias pessoas foram empregadas, gerando assim um aumento de renda e, consequentemente, de consumo.

FARIA, Debora Jacintho de. Crise de 1929: Convergências e divergências entre o partido democrata e o partido republicano nos Estados Unidos. Universidade de Brasília, 2016. p. 72. 

Disponível em:
<http://repositorio.unb.br/handle/10482/21796>. 

A quebra da Bolsa de Valores em Nova York, em 1929, deflagrou uma das crises mais profundas do sistema econômico capitalista. Para combater as altas taxas de desemprego e alavancar o consumo, os Estados, afetados pela crise, seguiram a estratégia proposta pelo presidente norteamericano Roosevelt e passaram a adotar uma política 

a) protecionista, atrelada ao conceito do Estado de Bem-Estar Social, garantindo condições básicas de vida e o controle total da economia.

b) neoliberal, que defendia a liberdade do mercado e a ampliação das ações do Estado na economia.

c) intervencionista, contrariando os ideais liberais e a implementação de medidas de proteção ao trabalhador, como o seguro-desemprego.

d) mercantilista, incentivando o acúmulo de riquezas e o nível de consumo pela concessão de crédito a cidadãos desempregados.

e) federalista, ao apoiar-se na descentralização de poder prevista na Constituição para concentrar as políticas de recuperação no estado de Nova York.

Criação da ONU pós guerra - EF09HI15 Exercício com gabarito

Objetos de conhecimento
A Organização das Nações Unidas (ONU) e a questão dos Direitos Humanos

Habilidade (EF09HI15)
Discutir as motivações que levaram à criação da Organização das Nações Unidas (ONU) no contexto do pós-guerra e os propósitos dessa organização.

Leia o trecho da Carta das Nações Unidas:

Nós, os povos das nações unidas, resolvidos a preservar as gerações vindouras do flagelo da guerra, que por duas vezes, no espaço da nossa vida, trouxe sofrimentos indizíveis à humanidade, e a reafirmar a fé nos direitos fundamentais do homem, na dignidade e no valor do ser humano, na igualdade de direito dos homens e das mulheres, assim como das nações grandes e pequenas, e a estabelecer condições sob as quais a justiça e o respeito às obrigações decorrentes de tratados e de outras fontes do direito internacional possam ser mantidos, e a promover o progresso social e melhores condições de vida dentro de uma liberdade ampla.

CARTA DAS NAÇÕES UNIDAS, 26 de junho de 1945.
Disponível em: <https://nacoesunidas.org>. 

Flagelo: punição, castigo moral; aflição, angústia.

EF09HI06 - Governo Getúlio Vargas - Exercício 9ºano com resposta

Objetos de conhecimento
O período varguista e suas contradições
A emergência da vida urbana e a segregação espacial
O trabalhismo e seu protagonismo político

Habilidade (EF09HI06)
Identificar e discutir o papel do trabalhismo como força política, social e cultural no Brasil, em diferentes escalas (nacional, regional, cidade, comunidade).

Leia o trecho a seguir:

A Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) é uma compilação de leis trabalhistas brasileiras elaborada no governo do então Presidente Getúlio Vargas e promulgada no Brasil em 1º de maio de 1943 por meio do Decreto-Lei n. 5243. Nesse documento legal, foram reunidas normas de direito individual e coletivo de trabalho, de fiscalização do trabalho e de direito processual do trabalho.

CEZAR, Frederico. O processo de elaboração da CLT: Histórico de consolidação das leis trabalhistas brasileiras em 1943. Revista Processus de Estudos de Gestão, Jurídicos e Financeiros, ano 3, ed. 7, p. 13.

Explique a importância da promulgação da CLT para a consolidação da figura de Getúlio Vargas como um líder popular.
De acordo com o suporte textual oferecido, uma das principais contribuições do governo varguista foi a criação das leis trabalhistas, consolidando reivindicações do movimento operário, o que permitiu amplo apoio e consequente consolidação de Vargas como líder político popular. Ao regulamentar as condições de trabalho do trabalhador no Brasil, Getúlio Vargas oficializou uma série de garantias e angariou para si o apoio de grande parte da população.