EF07HI13 - Mercantilismo - Exercício com gabarito

 

Esta gravura representa uma mina na cidade de Potosí, no Vice-Reino do Peru, caracterizando-se por ser uma das maiores minas de prata do mundo. No século XVI, a Espanha extraiu uma grande quantidade de ouro e prata das suas colônias na América. Desse modo, as regiões colonizadas na América contribuíam com quase 80% de toda a prata em circulação nos mercados europeus no século XVI. Segundo estudiosos, a prata e o ouro explorados na América e o comércio de especiarias foram responsáveis por grande parte do financiamento dos Estados modernos na Europa. Sobre o mercantilismo, responda:

a) Quais eram as características do mercantilismo nos diferentes reinos europeus?
b) Qual foi a importância do trabalho compulsório no mercantilismo?

Habilidade avaliada
EF07HI13: Caracterizar a ação dos europeus e suas lógicas mercantis visando ao domínio no mundo atlântico.

Resposta para o professor
Para responder ao primeiro item, é esperado que os estudantes identifiquem traços em comum entre as práticas mercantilistas nos diversos reinos europeus, bem como algumas diferenças. Um traço comum foi a interferência dos Estados na economia e a aliança entre a burguesia e as monarquias absolutistas para o investimento no comércio ultramarino. Cada reino, porém, enfatizou um caminho distinto para a acumulação de riquezas: Portugal e Espanha valorizavam o metalismo; Holanda, o setor bancário. Já a França concentrou-se no incentivo para a criação de manufaturas e a Inglaterra tinha como base uma complexa carta de atividades econômicas, que incluía atividade manufatureira, acordos comerciais internacionais, pirataria e cercamentos. No segundo item, os estudantes devem considerar que o colonialismo foi fundamental para a acumulação de riquezas pelos reinos da Europa, que viram na exploração de minérios e de especiarias um rentável mercado. A exploração das áreas ocupadas na América pelos europeus só foi possível com a utilização do trabalho compulsório de africanos e indígenas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário