Plano de aula com habilidade EF03CI02 - Ciências 3ºano

Título: Espelho, espelho meu 

Objetivos de aprendizagem:
Reconhecer a propagação retilínea da luz.

Objeto de conhecimento: Efeitos da luz nos materiais.

Habilidade trabalhada: (EF03CI02) Experimentar e relatar o que ocorre com a passagem da luz através de objetos transparentes (copos, janelas de vidro, lentes, prismas, água etc.), no contato com superfícies polidas (espelhos) e na intersecção com objetos opacos (paredes, pratos, pessoas e outros objetos de uso cotidiano). 

Tempo previsto: 200 minutos (4 aulas de aproximadamente 50 minutos cada) 

Materiais necessários:
Computador e projetor multimídia, espelhos, lanternas, objetos opacos (como livros, mesas, cadeiras, porta de madeira), objetos translúcidos (como papel vegetal, objetos de acrílico fosco e de plástico fosco, balão de ar cheio), objetos transparentes (como copo de vidro com água, vidro da janela, garrafa de vidro), réguas, cartolina preta, fita adesiva, miçangas e lantejoulas. 

Desenvolvimento da sequência didática 

Etapa 1 (Aproximadamente 50 minutos/ 1 aula)
Nessa etapa, será trabalhada a importância da luz para enxergarmos os objetos. Para isso, a sugestão é que seja exibido um vídeo e realizada uma atividade de comparação entre sombras.

Inicie a aula exibindo o vídeo Por que vemos colorido?
Disponível em: <http://www.ebc.com.br/infantil/voce-sabia/2015/09/por-que-vemos-colorido>. 

Após a exibição, faça os seguintes questionamentos:

  • Como nós conseguimos enxergar os objetos?
  • Se não houver luz elétrica, como em um quarto escuro, por exemplo, mesmo com os olhos abertos, conseguimos enxergar?
  • Então, além dos olhos, o que mais é necessário para que possamos enxergar?
  •   Por que enxergamos as cores?

Espera-se que os alunos respondam que enxergamos por meio do sentido da visão e que a luz é fundamental nesse processo. Promova uma conversa sobre o tema, explique os conceitos do vídeo: que enxergamos quando há presença de luz; que a luz branca é feita da mistura de várias cores; que a cor que enxergamos está relacionada à reflexão da luz; quando a luz chega aos nossos olhos, as células dos olhos são sensíveis a ela e transmitem essa informação para o encéfalo, que interpreta a informação.
Leve os alunos para o pátio, quadra ou em um ambiente da escola que receba incidência direta de luz solar. Peça aos alunos que observem suas sombras e as dos objetos, árvores e prédios ao redor. 
Ao final da observação, os alunos devem responder no caderno:
Como são formadas as sombras?
Resposta esperada: quando a luz incide no corpo ela não o atravessa, então, onde isso acontece forma-se sombra.
Por que parece que as sombras nos acompanham?
Resposta esperada: porque, conforme caminhamos, a luz não atravessa o corpo, fazendo parecer que a sombra caminha junto.

Etapa 2 (Aproximadamente 50 minutos/ 1 aula)
Nessa etapa, será estudada a propagação da luz em linha reta. Divida a turma em grupo de quatro alunos. Distribua uma lanterna e um espelho para cada grupo. Apague as lâmpadas elétricas da sala e peça que os grupos projetem a luz da lanterna na parede e observem. Em seguida, peça que utilizem o espelho para refletir a luz da lanterna e projetá-la em outra parede.
Questione os alunos sobre a reflexão da luz: a luz da lanterna chega à parede em linha reta ou faz alguma curva? O que acontece com a luz da lanterna quando incide no espelho? Qual o caminho que a luz refletida percorre? Espera-se que os alunos concluam que a luz se propaga em linha reta e, ao utilizar o espelho, ela sofre um desvio, também em linha reta.


Etapa 3 (Aproximadamente 50 minutos / 1 aula)
Nessa etapa, será estudada a passagem da luz através dos corpos. Para isso, providencie uma lanterna, um caderno, papel vegetal e um copo de vidro.
Questione os alunos sobre o comportamento da luz em três situações distintas em um dia ensolarado em uma sala: com muitas janelas; com janelas cobertas por cortinas; sem janelas. Verifique se os alunos acreditam que a luz consegue atravessar o vidro da janela, a cortina ou as paredes.
A partir disso, pergunte aos alunos o que acontece se acender uma lanterna e direcionar a luz para a parede, colocando o caderno, o papel vegetal ou um copo de vidro na frente dela. Demonstre cada uma das situações. Verifique se os alunos percebem que a luz não atravessa o caderno, formando uma sombra na parede; que a luz passa parcialmente pelo papel vegetal, e que a luz atravessa o copo de vidro. Explique que o caderno é um objeto opaco (não permite a passagem de luz), o papel vegetal um objeto translúcido (permite a passagem parcial de luz), e copo de vidro um objeto transparente (permite a passagem total da luz).

Apresente outros objetos que podem estar presentes na sala de aula, opacos (como livros, mesas, cadeiras, porta de madeira), translúcidos (objetos de acrílico fosco e de plástico fosco, balão de ar cheio) e transparentes (vidro da janela, água pura, garrafa de vidro). Peça aos alunos que classifiquem cada objeto e registrem no caderno. Diga-lhes que construam um quadro, como o modelo a seguir:


Etapa 4 (Aproximadamente 50 minutos/ 1 aula)
Nessa etapa, os alunos construirão um caleidoscópio. Providencie três réguas transparentes e de igual tamanho, fita adesiva, cartolina preta, lantejoulas e miçangas.
Organize a turma em grupos de quatro alunos. Com as réguas, faça um prisma triangular, fixando-as com fita adesiva. Tampe uma das extremidades com fita adesiva transparente. Cubra o prisma com cartolina preta e fita adesiva, deixando cerca de 2 cm de cartolina na extremidade tampada, formando um compartimento, e coloque dentro dele as lantejoulas e miçangas. Tampe o compartimento com papel vegetal e cubra a outra extremidade com cartolina preta, fazendo um pequeno orifício para observação.
Peça aos alunos que descrevam o que veem no caleidoscópio. Questione-os: por que vemos imagens tão diferentes no caleidoscópio? 
Espera-se que os alunos concluam que as imagens formadas são refletidas pelas réguas.

Avaliação
A avaliação deverá ser contínua, ocorrendo em todas as etapas de desenvolvimento das atividades. Ao final das aulas, conduza os alunos a relacionarem seus conhecimentos antes da primeira aula e o que aprenderam. É possível avaliar também a participação e o envolvimento dos alunos durante a realização de todas as atividades.
Durante o desenvolvimento, observe:
  • o aluno reconheceu a propagação da luz em linha reta?
  • o aluno identificou os objetos opacos, translúcidos e transparentes?
Além das observações, seguem algumas questões relativas às habilidades desenvolvidas nesta sequência didática.

1. De que forma ocorre a propagação da luz? 
Resposta esperada: em linha reta.

2. Relacione a classificação dos corpos quanto à passagem da luz à sua definição:


Resposta esperada: o aluno deve ligar “Opacos” a “Não permitem a passagem da luz”, “Translúcidos” a “Permitem a passagem parcial da luz” e “Transparentes” a “Permitem a passagem total da luz”.
Após o trabalho com a sequência didática, trabalhe com os alunos a autoavaliação a seguir. Se preferir, reproduza as questões na lousa e peça aos alunos que as copiem e respondam.


Sugestão:
Essa atividade propicia articulação com a disciplina de Arte na construção do caleidoscópio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário