Plano de aula de História 5ºano - EF05HI02, EF05HI03, EF05HI07 - Processos de formação das primeiras sociedades

INTRODUÇÃO
Esta sequência didática propõe atividades que desenvolvem temas relacionados ao processo histórico de formação das primeiras sociedades humanas. O objetivo é apresentar as principais questões sobre as formas de organização, como a produção de alimentos, a divisão social do trabalho e, ainda, aspectos culturais e religiosos. 

É fundamental explicitar que esses processos variaram de acordo com especificidades locais e deram origem a diferentes formas de se relacionar com o meio ambiente e de compreender o mundo. Essas diferenças são notáveis quando estudamos os modos de organização de diferentes sociedades no passado e no presente.

É importante estabelecer comparações com o mundo atual em que os alunos vivem, determinando as permanências e transformações desde essas primeiras formações humanas até os dias de hoje, destacando a pluralidade e distanciando-se de uma visão uniforme e evolucionista da História.

Pretende-se, assim, atingir o objetivo de favorecer entre os alunos deste período sua capacidade de compreender as raízes históricas de processos de organização social e econômica, entendendo que o estado atual de coisas remete, em certa medida, às formas de organização desenvolvidas no passado já longínquo.

FORMAS DE ORGANIZAÇÃO: CAÇA, COLETA, PASTOREIO E AGRICULTURA
O desenvolvimento da agricultura provocou uma série de mudanças na organização dos grupos humanos. Tanto que o contexto da domesticação de animais e plantas é chamado também de Revolução Neolítica (ou Revolução Agrícola). Contudo, essa forma de organização econômica e produção de alimentos coexistiu, e coexiste, com outras maneiras de obter alimentos e se relacionar com o espaço. 

Objetos de conhecimento:
As formas de organização social e política: a noção de Estado.
O papel das religiões e da cultura para a formação dos povos antigos.
O surgimento da escrita e a noção de fonte para a transmissão de saberes, culturas e histórias.

Habilidades:
(EF05HI02)
Identificar os mecanismos de organização do poder político com vistas à compreensão da ideia de Estado. 

(EF05HI03) Analisar o papel das culturas e das religiões na composição identitária dos povos antigos.

(EF05HI07) Identificar os processos de produção, hierarquização e difusão dos marcos de memória e discutir a presença e/ou a ausência de diferentes grupos que compõem a sociedade na nomeação desses marcos de memória.

Objetivo:
Desenvolver a compreensão sobre os processos de formação das primeiras sociedades.

Justificativa pedagógica:
As atividades propostas pretendem apresentar as noções de como e por quais razões as primeiras formações sociais humanas se desenvolveram, estabelecendo algumas comparações com as sociedades atuais. O aluno deve compreender que no processo histórico os grupos humanos se reuniram em comunidades em torno da produção de alimentos, estabeleceram formas de dividir o trabalho e constituíram formas de expressão simbólicas e religiosas.

Número de aulas: 2
Tempo estimado: 50 minutos por aula

Aula 1
Conteúdo específico:
Elementos fundamentais das primeiras formações humanas.

Recursos didáticos:
Lousa e giz.

Encaminhamento
Inicie a aula retomando a ideia de que a agricultura permitiu que muitos grupos humanos formassem aldeias. Com uma alimentação variada e constante, a população começou a aumentar e ocorreram transformações como: maior número de pessoas nos grupos, criação de locais fixos para moradia e trabalho, possibilidade de maior planejamento da alimentação e das formas de proteção. Com isso, muitas sociedades passaram a se organizar de maneiras novas.

Na lousa, faça um quadro indicando que essas formas novas de organização acarretaram uma série de implicações, como:
Aumento da produção de alimentos excedentes. O excesso da produção agrícola e as novas ferramentas permitiram o desenvolvimento de trocas comerciais. O excedente produzido em uma comunidade podia ser trocado pelo excedente de outra.  Assim, as aldeias começaram a produzir e trocar diferentes produtos.

Divisão do trabalho. Com maior população e novas atividades, estabeleceram-se chefes de comunidade. Algumas pessoas também foram destacadas para cumprir determinadas funções: guerreiros, agricultores, líderes religiosos, artesãos etc.  Por essa razão, algumas pessoas e famílias passaram a concentrar poderes e criar hierarquias entre os membros dos grupos.
Cultura e religiosidade. Centros de cultura e religiosidade foram formados, dando sentidos simbólicos à vida das pessoas que viviam nos grupos e aldeias, que se tornavam cada vez maiores. A religiosidade contribuía para constituir a identidade dos membros do grupo, a compreensão que tinham do mundo e, no caso de algumas sociedades, como na Mesopotâmia antiga, por exemplo, estabelecer o poder político.

Explique aos alunos que essas novas maneiras de produzir alimentos e de organizar a sociedade estruturaram diversas culturas e povos no planeta, como eles estudarão mais adiante.

Para encerrar a aula, proponha à turma a realização de uma atividade em que os alunos deverão imaginar que vão estabelecer uma nova comunidade. Para isso, precisarão definir alguns aspectos da organização desse novo grupo: 
1. Como essa sociedade iria obter alimentos? 
2. Se optassem  por praticar a agricultura, o que eles produziriam? 
3. Essa sociedade teria divisão de trabalho? Se sim, como isso seria feito? 
4. Seria uma sociedade nômade ou sedentária?
5. Quais seriam seus símbolos? 
6. Que tipo de construções eles fariam?
7. Como essa sociedade se relacionaria com a natureza?
Os alunos poderão trabalhar em grupos e registrar no caderno a descrição da formação social que imaginaram, ou, se preferir, você poderá trabalhar com a sala em conjunto, anotando as respostas dos alunos na lousa e incentivando-os a ouvir a opinião dos colegas, respeitando os momentos de fala de cada um. Auxilie-os a decidir coletivamente quais seriam as características dessa sociedade imaginada. 

Aula 2
Conteúdo específico:
As primeiras formações humanas: formas de obter alimentos.

Recursos didáticos:
Lousa e giz.

Encaminhamento
Para iniciar esta aula, organize uma roda de conversa e resgate os pontos trabalhados na aula anterior, fazendo algumas perguntas aos alunos. Eles se lembram do quadro  na lousa sobre o excedente de alimentos, religiosidade e divisão do trabalho? Converse um pouco com os alunos sobre esses temas e retome o encaminhamento da atividade final da aula anterior: eles conseguiram estabelecer (em grupo ou coletivamente) os critérios da sociedade que imaginaram? Se sim, quais foram eles? 

A partir dos relatos dos alunos, poderá ser interessante estabelecer comparações entre o mundo em que vivemos, as sociedades imaginadas pelos grupos ou pela turma na aula anterior e as formações sociais humanas dos primeiros aldeamentos. Realize perguntas para orientar a discussão e explique as similaridades e diferenças. Você poderá se amparar em pontos como a obtenção de alimentos, registrando na lousa algumas características das diferentes formas de obter alimentos que existem desde tempos remotos.

Como nós obtemos alimentos hoje? 
a) Povos nômades: caça, coleta e pastoreio. A busca por alimentos pode ser feita por meio de práticas como a caça e a coleta. Para isso, os grupos humanos devem estar em constante movimento em busca de novas fontes de alimento. 
Questione a turma se hoje existem grupos que mantêm esta forma de organização. Converse com os alunos sobre os povos indígenas que têm um modo de vida nômade, como os Awa-Guaja (estado do Maranhão), ou ainda os povos de pastores nômades do continente africano (Khoisan, Beduínos etc.), ou os Bajau, grupo de pescadores nômades que vive na região da Indonésia, Malásia e Filipinas. 

b) Povos sedentários: caça e coleta.  Explique aos alunos que, entre muitos povos sedentários, a caça e a coleta também são fontes importantes para a alimentação. Entre os exemplos, você poderá citar povos indígenas originários como os Guajajara e Araweté. 
c) Povos sedentários: a agricultura. Com a agricultura, a obtenção de alimentos se modificou e, em diversas sociedades, os excedentes produzidos foram destinados à produção de alimentos de maior durabilidade (como a farinha feita de cereais) e às trocas. Entre as sociedades que têm a agricultura como principal meio de obter alimento, você poderá citar povos como os que vivem no Alto Xingu, entre eles os Kaiabi, que cultivam alimentos como amendoim, mandioca (ou macaxeira), cará, batata-doce e banana. 

d) Sociedades urbanas: agricultura e trocas comerciais. Depois, questione os alunos sobre o modo como eles próprios obtêm alimentos. De onde vêm os alimentos consumidos no local em que vocês vivem? Explique que nas sociedades urbanas é comum que os alimentos sejam produzidos em algumas regiões (ou países) que vendem seus produtos para outros locais. Essas trocas, mediadas pelo dinheiro, passam por sistemas complexos. Explique também que em muitas partes do Brasil os alimentos naturais que são consumidos nas cidades são produzidos por meio da agricultura familiar. 

Para encerrar a aula, você poderá dividir a turma em quatro grupos. Cada um deles deverá representar uma das formas de obter alimentos sobre as quais conversaram: a caça e a coleta em uma sociedade nômade, a caça e coleta em uma sociedade sedentária, a agricultura em uma comunidade sedentária e a produção e troca de produtos em sociedades urbanas. A representação poderá ser feita por meio de encenações curtas (no máximo 3 minutos de duração) improvisadas. Acompanhe as apresentações dos grupos atentamente, orientando os alunos quanto aos conteúdos representados por grupo.

Acompanhamento de aprendizagem
Observe se os alunos compreenderam as especificidades das primeiras organizações sociais da humanidade, em especial em relação às diferentes formas de obter e produzir alimentos. 
É importante que os alunos compreendam que esses diferentes modos de vida continuam a coexistir. Para acompanhar a aprendizagem dos alunos, proponha a realização de um mural de fotografias que retrate as formas de obter alimentos abordadas em sala de aula. 

Ao término do trabalho com esta sequência didática, os alunos foram capazes de:
1. Compreender as formas de organização dos primeiros grupos humanos? 
2. Reconhecer que há similaridades e diferenças entre essas primeiras formações e o mundo atual?

AUTOAVALIAÇÃO 

FICHAS PARA AUTOAVALIAÇÃO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nosso blog é gratuito, seja um colaborador e incentive nosso trabalho por apenas 4,99.