15 atividades de matemática 3ºano - Gabarito - PDF pronto para imprimir

 


GABARITO COMENTADO 
**Arquivo em PDF no final*

Questão 1
Esta questão avalia a capacidade do aluno de compor e decompor números de até duas ordens, com o suporte de material de contagem.

Resposta:
1 dezena e 5 unidades (15), 10 + 5 = 15;

2 dezenas e 4 unidades (24), 20 + 4 = 24;

3 dezenas e 7 unidades (37), 30 + 7 = 37.

Alguns alunos podem inverter a ordem da resposta (unidade no lugar da dezena), o que não necessariamente indica que ele desconheça os conceitos de unidade e dezena. Só, possivelmente, confundiu os termos. Pode acontecer de alguns alunos utilizarem outras formas de representação de quantidade, como a escrita por extenso ou por risquinhos, sem que isso afete a compreensão acerca da composição numérica.

Questão 2
Esta questão avalia a capacidade do aluno de associar a representação de um número (até 100) à sua respectiva representação escrita (por extenso).

Resposta: Espera-se que os alunos associem os números 10, 20, 30, 40, 50, 60, 70, 80, 90, 100 às suas respectivas escritas: DEZ, VINTE, TRINTA, QUARENTA, CINQUENTA, SESSENTA, SETENTA, OITENTA, NOVENTA e CEM.

Podem ocorrer possíveis inversões na resposta apresentada entre os números 10 e 100, devido à familiaridade entre seus algarismos e também entre os números 60 e 70, desta vez, por causa da familiaridade entre suas escritas por extenso.

Questão 3
Esta questão avalia a capacidade do aluno de compor e decompor números de até duas ordens, com o suporte de material de contagem.

Resposta: Espera-se que o aluno desenhe 30 bolinhas agrupadas de 10 em 10, contornando cada grupo. Na sequência, ele deve completar: EU DESENHEI 3 DEZENAS DE BOLINHAS OU 30 (TRINTA) BOLINHAS.

Espera-se que o aluno desenhe 3 grupos com 10 bolinhas cada. Podem existir casos em que o aluno represente corretamente as 3 dezenas de bolinhas, porém, dispostas de forma desorganizada, o que pode levar a agrupamentos com diferentes quantidades de bolinhas.  

Questão 4
Esta questão avalia a capacidade do aluno de identificar sequências numéricas em ordem crescente e decrescente.

Resposta: Alternativa C.

O aluno que optar pelas alternativas A ou B, provavelmente, terá observado as sequências de forma parcial. O aluno que optar pela alternativa D, possivelmente, ainda não compreendeu a diferença entre crescente e decrescente. 

Questão 5
Esta questão avalia a capacidade do aluno de comparar números naturais (até a ordem de centenas) pela compreensão de características do sistema de numeração decimal (valor posicional e função do zero).

Resposta: 63.

O aluno que responder 36, possivelmente, não entendeu o comando do exercício ou ainda não tem garantida a concepção do valor posicional do sistema de numeração decimal. Se o aluno der como resposta o número 66, provavelmente ainda não percebeu a necessidade de compor um número de dois algarismos com o uso de fichas diferentes sem repeti-las.

Questão 6
Esta questão avalia a capacidade do aluno de comparar números naturais e compreender as noções de maior ou menor.

Resposta: Alternativa B.

O aluno que optar pelas alternativas A ou D, provavelmente, observou parcialmente as sequências, não verificando a ocorrência de números menores que 48. O aluno que optar pela alternativa C, possivelmente, confundiu os termos “maior” e “menor”.

Questão 7
Esta questão avalia a capacidade do aluno de comparar números naturais e identificar o antecessor e o sucessor de um número.

Resposta: Espera-se que o aluno, primeiramente, escreva o número que representa a sua idade. Por exemplo, se a idade do aluno for 7 anos, o antecessor será 6 e o sucessor será 8.

Se o aluno inverter o antecessor com o sucessor, possivelmente confundiu as duas palavras entre si. Se o aluno responder quaisquer outros números que não 6 e 8, significa que ele provavelmente não compreendeu o próprio conceito de sucessor e antecessor.

Questão 8
Esta questão avalia a capacidade do aluno de reconhecer números pares e números ímpares.

Resposta: O aluno deverá contornar 9 duplas de objetos, num total de 18 objetos, formando, assim, um número par. 

O aluno que agrupar corretamente dois a dois os objetos e responder “ímpar”, possivelmente, estará confundindo as palavras par e ímpar. O aluno que representar os grupos de maneira desorganizada, levando a agrupamentos com sobras a formar um número final ímpar, possivelmente não sabe fazer agrupamentos ou não entendeu os conceitos de par e ímpar. 

Questão 9
Esta questão avalia a capacidade do aluno de resolver problemas de adição sem reagrupamento.

Resposta: alternativa C.

Por se tratar de um problema cuja resolução envolve um cálculo de adição sem reagrupamento, os erros, provavelmente, são oriundos de cálculos errados quanto à soma das unidades.

Questão 10
Esta questão avalia a capacidade dos alunos de resolver problemas de adição com reagrupamento.

Resposta: Alternativa A.

Por se tratar de um problema cuja resolução envolve um cálculo de adição com reagrupamento, os erros podem ser tanto de cálculos errados nas unidades (alternativas B ou C) quanto no próprio reagrupamento (alternativa C).

Questão 11
Esta questão avalia a capacidade do aluno de resolver problemas de adição com reagrupamento envolvendo três parcelas.

Resposta: Alternativa C.

O aluno pode resolver esse problema usando a estratégia que julgar mais adequada, como algoritmo, cálculo mental, desenhos, etc. Caso ele opte por usar “risquinhos”, por exemplo, o erro pode ocorrer justamente na contagem, uma vez que os valores são relativamente altos para uma estratégia como essa. Caso o aluno escolha estratégias mais convencionais, ele precisará lidar com uma situação de cálculo que envolve reagrupamento, além de organizar a ordem em que realizará os cálculos. 

O aluno que escolher as alternativas B ou D provavelmente desconsiderou o valor do livro e da tesoura, respectivamente. O aluno que assinalar a alternativa A, possivelmente, considerou apenas o valor do livro, sem adicionar os outros valores. 

Questão 12
Esta questão avalia a capacidade do aluno de construir fatos básicos da subtração e utilizá-los no cálculo mental ou escrito.

Resposta: 9 – 3 = 6; 18 – 12 = 6.

O aluno pode cometer um erro a partir da interpretação da figura, pois, ao invés de contar apenas as figuras não riscadas, ele pode contar também as riscadas, ou mesmo o total de figuras. Alguns alunos, equivocadamente, podem completar as operações com a soma das duas quantidades ao invés de efetuar a subtração, indicando uma possível dificuldade na interpretação do exemplo. 

Questão 13
Esta questão avalia a capacidade do aluno de resolver problemas de adição e subtração no contexto do sistema monetário brasileiro.

Resposta: A. NÃO; B. 4 REAIS.

O aluno precisa calcular, primeiramente, o valor em reais, expresso pelas cédulas e moedas, sendo este um ponto passível de erro. O aluno precisa solucionar a questão sobre “o quanto falta”, que também pode induzir ao erro caso ele não consiga interpretar o enunciado. Caso o aluno some os valores 58 com 62, ele possivelmente não compreendeu que se trata de uma subtração. O aluno também pode optar corretamente pela subtração, mas errar nos cálculos, especialmente por se tratar de uma subtração com reagrupamento.

Questão 14
Esta questão avalia a capacidade do aluno de resolver problemas de subtração com reagrupamento.

Resposta: Alternativa D.

Por se tratar da subtração de um número da ordem das dezenas e por outro das unidades, os erros possivelmente podem ocorrer pela dificuldade quanto ao reagrupamento, caso o aluno opte por uma resolução via algoritmo. Se o aluno optar por representar os valores por meio dos risquinhos, o erro pode ocorrer na própria representação e organização, por conta dos números envolvidos. Se o aluno escolher a alternativa A , possivelmente, levou em consideração apenas a primeira referência numérica indicada no enunciado.

Questão 15
Esta questão avalia a capacidade do aluno de calcular o resultado de uma subtração sem reagrupamento por meio de algoritmo simplificado.

Resposta: 54, 11 e 18, nessa ordem.

Por se tratar de cálculos sem reagrupamento, os erros possíveis podem ser tanto referentes a erros de cálculo envolvendo as unidades quanto à falta de compreensão da estrutura “simplificada” do algoritmo. Outro erro possível pode estar vinculado à escolha errônea, nesse caso, da adição, demonstrando não ter entendido o que foi solicitado. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário