EF15AR03, EF15AR04 - Atividade de Arte BNCC - Fazendo a minha fantasia

 

Título: Fazendo a minha fantasia

Objetivos de aprendizagem

Desenvolver habilidades de construção de indumentária e adereços para brincadeiras.
Objeto de conhecimento: Contextos e práticas (Artes visuais).
Habilidade trabalhada: (EF15AR04) Experimentar diferentes formas de expressão artística (desenho, pintura, colagem, quadrinhos, dobradura, escultura, modelagem, instalação, vídeo, fotografia etc.), fazendo uso sustentável de materiais, instrumentos, recursos e técnicas convencionais e não convencionais.

Identificar características presentes nas roupas e acessórios das festas populares brasileiras.
Objeto de conhecimento: Matrizes estéticas e culturais (Artes visuais).
Habilidade trabalhada: (EF15AR03) Reconhecer e analisar a influência de distintas matrizes estéticas e culturais das artes visuais nas manifestações artísticas das culturas locais, regionais e nacionais.

Tempo previsto: 200 minutos (4 aulas de aproximadamente 50 minutos cada)
Materiais necessários
Papel kraft, papel crepom de várias cores, jornal, retalhos de cetim e outros tecidos, papéis laminados (podem ser reciclados de embalagens de chocolate, café, etc.), botões coloridos, lã, barbante, linhas grossas, tampinhas de garrafa e outras, fitas coloridas, papelão, garrafa PET, clipes, grampos de cabelo, outros materiais (de descarte ou não) que possam ser trazidos da casa dos alunos e de seus amigos. Cola branca, tesoura com pontas arredondadas, e, se possível, cola quente e grampeador (para uso exclusivo do professor). Lápis grafite, lápis de cor, giz de cera, outros materiais de desenho disponíveis e papel sulfite tamanho ofício. Revistas de moda, livros e, se for possível, acesso a um computador. 

DESENVOLVIMENTO

Etapa 1 (Aproximadamente 50 minutos/ 1 aula)
Providencie previamente imagens de roupas, sapatos e adereços elaboradas por estilistas e designers de moda, de diferentes estilos e funcionalidades.
Na introdução dessa sequência, organize uma roda com os alunos e fale sobre roupas e acessórios da cultura brasileira. Traga várias revistas e sugira que todos observem e comentem sobre a maneira como as pessoas se vestem. Nesse momento, é bom que os alunos verbalizem ao máximo o que pensam sobre o vestir, o que significa a roupa e os estilos de roupas que eles percebem. 

Aproveite a oportunidade para lançar a ideia das pessoas que se vestem de acordo com sua própria vontade e gosto, e das que seguem a moda, independente do seu julgamento individual de beleza e conforto. É possível que a conversa caminhe para o tema do consumismo, que faz parte de nossa sociedade atual; aproveite a oportunidade para falar sobre os benefícios financeiros e ambientais do consumo consciente.

Comente com a turma sobre a proposta da atividade: o prazer de fazermos a nossa própria roupa! Uma roupa que não existe em loja alguma, que é só nossa, fruto da nossa invenção. A seguir, mostre-lhes imagens de roupas feitas para as festas populares brasileiras, como: Bumba meu Boi, Reisado, Carnaval de rua, etc.

Proponha que os alunos descrevam quais são os materiais usados para fazer uma roupa como aquelas: quem “inventa” essas roupas? Como criam? Desenham cada detalhe? Há necessidade de se ter costureiras? É necessário muito dinheiro para comprar esses materiais? Os preços dos tecidos variam, por quê?  Com quais materiais é possível fazer um sapato? Quem já fez roupa para bonecas, cachorros, ursos de brinquedo?
Se houver tempo, permita que os alunos contem suas experiências de fazer roupas e sapatos de brinquedo. Alguns podem ter customizado suas próprias peças, ajudados pelos responsáveis: pintar um boné, cortar o comprimento de uma camiseta, etc.
Peça aos alunos que providenciem para a próxima aula o material proposto para a atividade. 

Etapa 2 (Aproximadamente 100 minutos/ 2 aulas)
Com os alunos sentados em roda, lance a proposta e explique cada parte do trabalho: em grupos, irão desenhar roupas para uma festa (cada grupo deverá escolher uma festa. Podem surgir bailes de castelo, aniversários de brinquedos, carnaval, festa do boi, etc.).

Explique que os desenhos terão de ser bem detalhados, pois eles são o projeto para a roupa que será executada. Quanto mais completas forem as informações sobre a roupa, mais fiel será o produto final. Fale sobre a profissão dos estilistas (ou designers de moda). Você poderá mostrar como uma peça de vestuário ou sapato são projetados, quer por um designer de moda, quer por um carnavalesco de escola de samba, a partir das suas pesquisas em livros, revistas e internet.

Todos os materiais trazidos para esta etapa serão analisados pelos alunos para que eles possam estabelecer relações desses com seus projetos. Faça intervenções, caso seja necessário: podemos fazer uma saia de papel? Como? (Se amassarmos muito bem o papel kraft, obteremos um “tecido” maleável e bem resistente que pode ser modelado e fechado com grampeador, por exemplo). E sapatos? Como? (Sugira o uso de papelão ou garrafa PET recortada, tiras de tecido para atar aos pés e enfeites). Sugira maneiras de fazer colares (fios com tampinhas, etc.), chapéus (papelão, tecido, fitas, etc.), capas (decoradas com flores, letras, etc.).
Após essa conversa, os grupos retomarão seu trabalho a partir das ideias projetadas inicialmente e das garimpadas durante a discussão sobre a execução das indumentárias e seus adereços. Cada grupo deverá criar sua roupa, sapato e/ou adereço em tamanho real. Todos deverão vestir pelo menos uma peça para a grande festa.

Etapa 3 (Aproximadamente 50 minutos/ 1 aula)
A festa acontecerá nessa etapa! Com os alunos trajando suas criações, organize um pequeno desfile pela sala e, se possível, proponha uma espécie de cortejo pela escola para que todos possam ver as fantasias que foram feitas por eles.
Ao término, faça uma roda de conversa e peça que comentem sobre o processo de criação de suas próprias roupas e acessórios, elucidando tanto o percurso individual de criação quanto as facilidades e as dificuldades em sua execução, semelhanças e diferenças entre os diferentes figurinos, etc.

Avaliação
A avaliação deverá ser contínua, ocorrendo em todas as etapas do desenvolvimento da atividade. Poderão ser avaliados a participação e o envolvimento dos alunos, o trabalho em grupo, a organização, a criatividade dos projetos e a apresentação das fantasias no desfile.

Durante o desenvolvimento, observe:
• o aluno reconheceu algumas características estéticas das roupas e/ou dos adereços da cultura brasileira? 
• o aluno compreendeu o trabalho criativo de profissionais da moda? 
• o aluno estabeleceu ligações entre o aspecto estético de figurinos e o que representam?
• o aluno refletiu sobre a relação entre moda e consumo consciente?
• o aluno reconheceu possibilidades criativas em materiais diversos?
Após o trabalho com a sequência didática, trabalhe com os alunos a autoavaliação a seguir. Se preferir, reproduza as questões na lousa e peça aos alunos que as copiem e respondam.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nosso blog é gratuito, seja um colaborador e incentive nosso trabalho por apenas 4,99.