Plano de aula de Geografia 4ºano - Mapas - Habilidade BNCC EF04GE10

PLANO DE AULA EM PDF PARA BAIXAR E SALVAR

Título: Da imagem ao mapa
Duração: 2 aulas

Introdução
O objetivo desta sequência didática é que os alunos identifiquem instrumentos utilizados na elaboração de mapas e reconheçam a importância do desenvolvimento de novas tecnologias e instrumentos para a elaboração de mapas mais precisos.

Objetivos de aprendizagem
Elementos constitutivos dos mapas - (EF04GE10)
Comparar tipos variados de mapas, identificando suas características, elaboradores, finalidades, diferenças e semelhanças.

Recursos e materiais necessários
Imagens, projetor, lousa, giz, caderno, lápis preto, borracha, papel vegetal, papel sulfite, fita adesiva, lápis de cor, canetas hidrográficas coloridas.

Desenvolvimento

Aula 1
Duração:
uma hora-aula
Organização dos alunos: em semicírculo

Para esta aula, separe com antecedência ao menos três imagens para ilustrar a explicação à classe: um mapa histórico do Brasil, uma imagem de satélite ou fotografia aérea da área urbana do município onde habitam e uma imagem de satélite ou fotografia aérea que mostre esse município e os outros ao seu redor. Essas imagens podem ser encontradas na internet, em livros didáticos de Geografia ou em atlas. As imagens podem ser projetadas ou impressas, caso a escola tenha esse recurso.

Organize, com a ajuda dos alunos, as carteiras da sala de aula em semicírculo. Depois que eles se sentarem, apresente o mapa histórico selecionado para a aula. Informe a data em que o mapa foi produzido e em seguida peça aos alunos que respondam como imaginam que o mapa foi produzido.

Explique que a maioria dos mapas antigos foi produzida por meio de representação direta, ou seja, por meio da observação da paisagem, do registro de distâncias, de ângulos e de outras características do espaço, que depois eram cartografados. Isso gerava mapas adequados para navegação, mas não tão precisos em relação à localização dos pontos no espaço terrestre, principalmente.

Em seguida, questione os alunos: “Atualmente, como fazemos para gerar mapas e plantas que representem o espaço com mais detalhes e precisão?”.

Ouça as hipóteses dos alunos e,se necessário, esclareça que os mapas e as plantas são gerados com auxílio de tecnologia através do uso de fotografias aéreas e imagens de satélite. As fotografias aéreas podem ser feitas por meio de VANTs (veículos aéreos não tripulados) ou aviões; já as imagens de satélite são feitas por meio de satélites artificiais que orbitam a Terra. Os VANTs não voam tão alto quanto os aviões, portanto fazem imagens de áreas menores, os aviões voam mais alto e fazem fotografias de áreas maiores. Já os satélites orbitam a Terra do espaço, então têm capacidade de fazer fotos de áreas bastante grandes. É importante notar, na explicação, que a tecnologia dos satélites permite que sejam feitas imagens com muita aproximação e detalhamento. Apesar de se tratar de uma tecnologia cara, entre outras características, as fotografias aéreas continuam sendo extensamente utilizadas para mapear áreas de municípios, por exemplo.

Apresente aos alunos uma fotografia aérea (ou imagem de satélite aproximada) da área da escola e a imagem de satélite mostrando todo o município e os municípios ao redor. Prossiga com a análise das imagens. Peça aos alunos que listem os elementos que conseguem observar na fotografia aérea da área da escola; provavelmente conseguirão identificar ruas, construções, telhados e tetos de edifícios, árvores, praças e talvez até mesmo veículos e pessoas circulando nas ruas. Na lousa, faça uma lista dos elementos observáveis à medida que os alunos forem identificando os elementos na imagem.

Questione se eles conseguem observar na imagem de satélite os mesmos elementos que observaram na fotografia aérea. Auxilie-os a verificar que a imagem de satélite capturou uma área bem maior que a foto aérea; sendo assim, o nível de detalhamento é, também, menor, nesse caso. Por outro lado, na imagem de satélite é possível observar outros elementos que não foram observados na fotografia aérea. Peça aos alunos que listem esses elementos. Por exemplo, é provável que na imagem de satélite eles consigam visualizar a separação entre os municípios vizinhos (se o limite for um rio), além da rede viária principal (avenidas, rodovias e estradas) e a distribuição da vegetação no território, entre outros aspectos.

Com as duas listas prontas, chame a atenção dos alunos para as diferenças e possíveis utilidades de cada um dos tipos de imagem. A intenção é levá-los a perceber que cada uma das imagens tem utilidades e finalidades diferentes. Pergunte em qual situação eles usariam as fotografias aéreas (área menor) e as imagens de satélite (área maior). Peça aos alunos que registrem os resultados de suas discussões no caderno.

Aula 2
Duração:
uma hora-aula
Organização dos alunos: individual

Para esta aula, separe com antecedência fotografias aéreas ou imagens de satélite de bairros do município. As imagens devem ser impressas e entregues aos alunos.

Inicie a aula recapitulando o conteúdo da aula anterior. Peça aos alunos que relembrem os elementos que verificaram em cada uma das imagens do município, lembrando as funções e as possibilidades de cada uma das imagens.

Em seguida, distribua as fotografias aéreas e as imagens de satélite entre os alunos, acompanhadas de uma folha de papel vegetal e dos demais materiais para a elaboração de uma planta com base na imagem.

Auxilie-os a produzir a planta, orientando que colem a foto na carteira com fita adesiva; em seguida, eles deverão posicionar o papel vegetal por cima da imagem, prendendo-o também à carteira com fita adesiva. Com um lápis preto, eles deverão contornar os elementos da imagem: ruas, construções, vegetação e outros. Peça a eles que pintem os elementos representados. Se a planta for do bairro onde moram, peça aos alunos que tentem localizar a sua moradia, se possível identificando a na representação. Eles também poderão identificar outros lugares conhecidos e os nomes das ruas, se souberem.

Com a planta pronta, oriente-os a desprender com cuidado o papel vegetal da carteira, colando-o em uma folha de papel sulfite em branco. 

Com os trabalhos finalizados, peça aos alunos que apresentem, um por vez, os resultados dos trabalhos, mostrando aos outros alunos os lugares que conseguiram identificar nas plantas. 

Aferição de aprendizagem

Avalie a participação e o interesse dos alunos ao longo das aulas da sequência. Para aferir a aprendizagem do conteúdo, observe se os alunos compreenderam que o uso de tecnologia, com o desenvolvimento de fotografias aéreas e imagens de satélite, permitiu ao ser humano conhecer e mapear o espaço de forma muito mais eficiente e precisa. Verifique se os alunos entenderam as diferenças entre fotos tiradas por VANTs, aviões e satélites e a função delas na elaboração de plantas e mapas. Durante a atividade na segunda aula, observe se os alunos conseguem identificar os elementos na foto aérea ou imagem de satélite (ruas, construções, vegetação), verificando se eles conseguem passar essas informações para a planta no papel vegetal. Avalie se eles compreendem a importância de plantas e mapas para o conhecimento e a localização no espaço.

Questões para auxiliar na aferição

1. Assinale com um V as afirmativas verdadeiras sobre a comparação e uso de fotografias aéreas e imagens de satélite.

( ) Aviões fotografam áreas maiores que os satélites, pois sobrevoam a superfície a uma maior altitude.

( ) As fotografias aéreas são o melhor instrumento para a elaboração de plantas de um bairro. 

( ) A planta de um parque da cidade só pode ser feita por imagens captadas por satélites.

( ) Para mapear áreas menores, pode-se utilizar um VANT (um veículo aéreo não tripulável).

2. Reescreva as alternativas que você não assinalou na questão 1 tornando-as afirmativas corretas.

Gabarito das questões

1. 

(V) As fotografias aéreas são o melhor instrumento para a elaboração de plantas de um bairro.

(V) Para mapear áreas menores, pode-se utilizar um VANT (um veículo aéreo não tripulável).

2. 

Os satélites podem fotografar áreas maiores que os aviões, pois sobrevoam a superfície a uma maior altitude.

A planta de um parque da cidade pode ser feita por imagens captadas por satélites, aviões e VANTs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário