Revolta da Vacina - Exercício 9ºano com gabarito - Habilidade EF09HI05

 

Barricada no bairro Saúde, no Rio de Janeiro, durante a Revolta da Vacina em novembro de 1904.

Sobre o evento relacionado à fotografia acima, pode-se afirmar que a
a) vacinação se deu de modo pacífico, uma vez esclarecidos os seus benefícios.
b) população agia irracionalmente, uma vez que sabia dos benefícios da vacinação.
c) campanha de vacinação atuava de maneira humanizada, sendo desnecessária a barricada.
d) resistência da população se deu pela violência da vacinação, uma vez que era compulsória.
e) criação de grupos populares sobre os benefícios da vacinação ajudou o sucesso da campanha.

Objeto de conhecimento:
Primeira República e suas características
Contestações e dinâmicas da vida cultural no Brasil entre 1900 e 1930

Habilidade 
(EF09HI05) Identificar os processos de urbanização e modernização da sociedade brasileira
e avaliar suas contradições e impactos na região em que vive.

Justificativas
a)
Uma das grandes problemáticas da campanha de vacinação empreendida por Oswaldo Cruz foi a falta de conscientização sobre os benefícios da vacina. A vacinação compulsória, sem que a população soubesse o porquê da vacina e a forma como ela se deu, foi motivo de revolta. Assim, a vacinação não se deu de modo pacífico.

b)
Não se pode associar a revolta à falta de esclarecimento da população acerca dos benefícios da vacina. Uma de suas características mais marcantes foi a forma violenta e intrusiva como ela se deu na população pobre.

c)
A campanha de vacinação não se deu de modo pacífico, sendo aplicada de forma violenta. Os agentes de saúde adentravam nas casas e obrigavam que todas as pessoas presentes fossem vacinadas. Além disso, não havia agulhas suficientes, sendo muitas vezes o líquido injetado através de um corte feito na axila das pessoas.

d)
A campanha de vacinação foi empreendida de forma extremamente violenta, de modo que representaria o próprio autoritarismo da República em relação às camadas mais pobres da sociedade. Além disso, as pessoas vacinadas não compreendiam os benefícios de serem vacinadas e contavam com precedentes de violência do governo em suas medidas sanitaristas (como é o caso dos “mata-mosquitos”). (CORRETA)
e)
Não houve a criação de grupos populares sobre os benefícios da vacinação. O desconhecimento da população sobre o que era e qual a vantagem da vacina foi, inclusive, um dos motivos que desencadeou a revolta no Rio de Janeiro.

Orientações sobre como interpretar as respostas e reorientar o planejamento com base nos resultados
O aluno erra a questão ao não compreender a dimensão violenta do sanitarismo à época e da consequente campanha de vacinação do governo. Essa falta de compreensão faz com que o episódio da Revolta da Vacina apareça como irracional e injustificável atualmente. Para intervir sobre isso, elabore uma análise de charges sobre a Revolta da Vacina. Peça para que os alunos produzam explicações sobre essas artes, chamando atenção para símbolos contidos na imagem. Espera-se que, dessa forma, o aluno compreenda o contexto social da Revolta da Vacina, considerando o sanitarismo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário