EF09HI01 - Monarquia brasileira - Exercício 9ºano com gabarito

“[...] fortemente pautada em uma agenda de festas, rituais e imagens, a monarquia brasileira se serviu à larga das representações simbólicas que envolvem o poder monárquico e que evocam elementos históricos de longa duração, associando o soberano à ideia de justiça, ordem, paz e equilíbrio. Modelo suficiente para se opor à imagem das repúblicas americanas, tão caracterizadas por guerras civis e associadas à anarquia; modelo para impor uma imagem civilizacional “à europeia”.”

SCHWARCZ, Lilia Moritz. As barbas do imperador: D. Pedro II, um monarca nos trópicos. São Paulo: Companhia das Letras, 1998. p. 46.

Com base no texto acima:

a) Compare o modelo político adotado no Brasil com o modelo adotado no restante da América no mesmo período.

b) Explique de que forma a monarquia brasileira buscava manter esse modelo.

Habilidade avaliada
EF09HI01:
Descrever e contextualizar os principais aspectos sociais, culturais, econômicos e políticos da emergência da República no Brasil.

Respostas e comentários para o professor


a) De modo geral, esta questão trata das idiossincrasias de uma monarquia independente ilhada em um continente de repúblicas e a forma como a monarquia fez uso de elementos simbólicos para manter esse modelo. Neste item, é esperado que os estudantes possam identificar que no Brasil havia um modelo monárquico, enquanto no restante da América haviam se formado regimes republicanos. Isso se devia, sobretudo, à vinda da Corte portuguesa ao Brasil em 1808 e ao fato de a independência ter sido proclamada pelo monarca, e não fruto de guerras emancipacionistas. 

b) É esperado que os estudantes percebam que o texto ressalta o receio contínuo a respeito da república por parte da monarquia, que buscava se legitimar com representações simbólicas, como festas, cerimônias e representações artísticas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário