A crise capitalista de 1929 - Exercício com gabarito 9ºano (EF09HI12)

Habilidade EF09HI12
Analisar a crise capitalista de 1929 e seus desdobramentos em relação à economia global.

Leia o texto abaixo:

Franklin Roosevelt assumiu a presidência em março de 1933 e logo de início procurou fazer reformas emergenciais a fim de recuperar o nível dos preços e diminuir a taxa de desemprego. O plano de recuperação do democrata foi chamado de New Deal, compondo um conjunto de políticas de reajuste econômico. [...] Através desse programa, várias pessoas foram empregadas, gerando assim um aumento de renda e, consequentemente, de consumo.

FARIA, Debora Jacintho de. Crise de 1929: Convergências e divergências entre o partido democrata e o partido republicano nos Estados Unidos. Universidade de Brasília, 2016. p. 72. 

Disponível em:
<http://repositorio.unb.br/handle/10482/21796>. 

A quebra da Bolsa de Valores em Nova York, em 1929, deflagrou uma das crises mais profundas do sistema econômico capitalista. Para combater as altas taxas de desemprego e alavancar o consumo, os Estados, afetados pela crise, seguiram a estratégia proposta pelo presidente norteamericano Roosevelt e passaram a adotar uma política 

a) protecionista, atrelada ao conceito do Estado de Bem-Estar Social, garantindo condições básicas de vida e o controle total da economia.

b) neoliberal, que defendia a liberdade do mercado e a ampliação das ações do Estado na economia.

c) intervencionista, contrariando os ideais liberais e a implementação de medidas de proteção ao trabalhador, como o seguro-desemprego.

d) mercantilista, incentivando o acúmulo de riquezas e o nível de consumo pela concessão de crédito a cidadãos desempregados.

e) federalista, ao apoiar-se na descentralização de poder prevista na Constituição para concentrar as políticas de recuperação no estado de Nova York.

Gabarito / justificativas

a
A política protecionista, ainda que adotada em certa medida pelos governos, não garantia o controle total da economia. O aluno que seleciona essa alternativa não compreende o funcionamento de um governo com política protecionista.

b
A política neoliberal não defende a ampliação da ação do Estado na economia, mas, pelo contrário, a liberdade econômica contra o controle estatal. O aluno que seleciona essa alternativa não compreende o neoliberalismo e seu caráter de pouca intervenção estatal.

c
O suporte textual faz referência a medidas de caráter intervencionista tomadas pelo presidente norte-americano. Em uma tentativa de recuperar a economia, o Estado interviu e lançou um plano de ação com o objetivo de diminuir as taxas de desemprego e alavancar o consumo. O resultado positivo dessas ações por meio do Estado inspirou outros governos a contrariar os ideais liberais e a adotarem essa política de intervenção na economia. (correta)


d
A concessão de crédito a cidadãos desempregados durante esse período não foi estimulada. O aluno que seleciona essa alternativa não compreende que, em um período de crise econômica, o acúmulo de riquezas é uma opção ruim, já que a economia nacional necessita de circulação de dinheiro.

e
Embora a república norte-americana seja construída a partir do federalismo, os efeitos da crise puderam ser sentidos em todo o país (e fora dele), e não houve concentração das ações do New Deal em Nova York. O aluno que seleciona essa alternativa não se atenta ao fato de que a política federalista já era utilizada nos Estados Unidos.

Orientações sobre como interpretar as respostas e reorientar o planejamento com base nos resultados
O objetivo da questão é auxiliar o aluno a compreender as medidas para combater a crise de 1929. Caso a turma apresente dificuldade na questão, trabalhe com eles as principais fases do “New Deal” implementado pelo presidente Roosevelt no contexto da crise econômica na década de 1930. Peça aos alunos que apontem, por meio de uma discussão coletiva e colaborativa os principais motivos que impedem uma pessoa de consumir e, a partir dos motivos citados, trabalhe com os alunos as soluções pensadas pelo presidente norteamericano do período para sanar motivos impeditivos do consumo. Cite as principais medidas adotadas pelo presidente e, por meio de imagens, se possível, mostre a quantidade de obras públicas que passaram a ser realizadas nesse período com o intuito de empregar, criar renda e estimular o consumo. Dessa forma, espera-se que os alunos sejam capazes de identificar os efeitos da crise de 1929 na economia e o papel que os governos passaram a adotar diante da economia de sua época. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário